Dia 77: Um dia destes

Um dia destes hei-de ir ao cabeleireiro. Mas não foi hoje.

Quando era pequena vinham cortar-me o cabelo a casa. Depois comecei a ir ao cabeleireiro. Adorava ver às transformações nas outras pessoas. Mas a minha mãe preocupava-se imenso porque os sprays faziam-me muito mal. A minha traqueia dava pinotes. Mais tarde passei a ver mal e deixei de conseguir ver as outras pessoas. Deixou mesmo de ser atraente.

E depois há o tempo que se perde.

Um dia destes hei-de lá voltar. Mas não foi hoje.

Já disse aqui que o calor dá cabo de mim. A começar por cima. Derrete totalmente o que está dentro do crânio.

E foi assim que hoje cheguei a casa cheia de calor, peguei numa tesoura e snip, snip, snip.

Eu também não gosto de cabelos muito certinhos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s