Regime

“Estás mais magra!”
“Emagreceste?”
“Apesar de magra, estás com bom aspecto.”
Esta última frase veio de uma pessoa que é normalmente muito negativa, pelo que foi o melhor que poderia ter dito.
Mas estas frases têm-me vindo a perseguir diariamente desde o fim de Julho.
O que é que fiz? Aceitei o desafio proposto por Robb Wolf, autor do livro The Paleo Solution. Neste livro, que recomendo vivamente, ele propõe que sigamos o regime (estilo de vida, mais propriamente) durante 30 dias. Depois verificamos se nos sentimos fisicamente melhor, ou não. Se tudo continuar na mesma, então que continuemos como quisermos. Mas se realmente sentirmos os efeitos benéficos do regime, então talvez possamos pensar seriamente em alterar a forma como comemos.
Toda a vida sofri de horríveis enxaquecas, não me lembro nunca de um dia em que não me doesse a cabeça, umas vezes mais violentamente do que outras.
O meu aparelho digestivo também nunca foi dos melhores. Já por volta dos 15 anos o médico me falava em colite crónica, as gastrenterites foram mais que muitas e o fígado e vesícula juntavam-se à  festa.
No dia 15 de Junho comecei os meus 30 dias. E ainda não parei. Porquê? Porque, não só a minha barriga começou a desinchar visivelmente, mas a cabeça deixou de doer!! Desde então tive duas enxaquecas leves, mais que suportáveis. Ao mesmo tempo sinto-me fisicamente muito melhor, muito mais cheia de energia.
Em que se baseia este regime? Estudos da evolução do ser humano chegaram à  conclusão que os hábitos alimentares introduzidos pelo neolítico não são adequados ao corpo humano. De certa forma foram o princípio da decadência. Quer isto dizer que me alimento da mesma forma que o homem do paleolítico? Não. Não estou a fazer nenhuma recriação histórica. Simplesmente procuro comer os alimentos que eram a base da alimentação desse período, o mais naturais e menos processados possível.
Há muita coisa escrita sobre este tema. A seguir deixo alguns links para alguns sites e para o Youtube, que poderão esclarecer as pessoas muito melhor do que eu.
Sites recomendados:
http://robbwolf.com
http://everydaypaleo.com
http://www.marksdailyapple.com/#axzz2ZiJq7quF
http://www.gnolls.org
http://balancedbites.com ==========> Tem uns bons guias em PDF
http://www.thepaleomom.com
http://nomnompaleo.com
http://www.primalpalate.com
Recomendo também os seguintes livros:
The Paleo Solution
Practical Paleo
Paleo Coach
Para além destes há muitos outros, entre os quais livros de receitas óptimos. É, no entanto, preciso ter cuidado porque há também bastante porcaria à mistura.
Entre os meus livros de receitas favoritos estão os seguintes:
Everyday Paleo Around the World: Italian Cuisine
Everyday Paleo Family Cookbook: Real Food for Real Life
Everyday Paleo
Well-Fed
Make it Paleo: Over 200 Grain Free Recipes For Any Occasion
The 30 Day Guide to Paleo Cooking: Entire Month of Paleo Meals
Gather, the Art of Paleo Entertaining
Against All Grain: Delectable Paleo Recipes to Eat Well & Feel Great
Estes dois últimos ainda não tenho, mas estão na minha wishlist.
A autora do Against All Grains conta aqui como recuperou a saúde com o regime. É uma história impressionante. Muitos outros sites têm testemunhos incríveis, nomeadamente o site do Rob Wolf a que já tinha referido.
Muitos outros testemunhos vão aparecendo aqui e ali.
Há pouco tempo vi este que também é interessante. Devo dizer que nunca vi ninguém falar em público com uma cara de pau tão grande, mas o que ela conta é importante:
Dr. Terry Wahls: Minding Your Mitochondria
Estes podcasts são também bons para um melhor entendimento do assunto:
Paleo Lifestyle and Fitness (no episódio 52 fala-se de como alguns organismos federais norte-americanos começaram a interessar-se por este regime pois o número de doenças no seu pessoal está a levar a um elevado número de despesas).
Balanced Bites
The Paleohacks Podcast
The Paleo View
Rob Wolf – The Paleo Solution
Latest in Paleo
De vez em quando vão surgindo notícias paralelas que de certa forma estão relacionadas com este tema, como é o caso do pedido de desculpas público deste cardiologista:
Heart surgeon speaks out on what really causes heart disease
Este artigo já vai muito longo, mas sinto que está bastante incompleto. De qualquer forma fica aqui porque já estava prometido há muito tempo.
Fica também o compromisso de voltar ao tema, incluindo alguns dos menus do que vou comendo no meu dia-a-dia.

Anúncios