Dia 16: Piece of Green

Este calor dá-me um quebranto! Hoje só quero dormir. Lá me ia esquecendo de escrever.

A Piece of Green está a secar. Lavei-a na máquina e só depois descobri que ficaram uns fios por rematar. Felizmente não se desmanchou.

Agora estou a tricotar a Eri. Vou ver se só tricoto nela no resto desta semana. É que quero acabá-la para atacar o Ishnana, que é um casaco que me fará falta na primavera e verão.

Depois sou capaz de começar a trabalhar nos casacos e camisolas mais frescos. Tenho muitos em linho e algodão que quero acabar.

Anúncios

Dia 15

Hoje é um daqueles dias em que amaldiçoo esta ideia de me meter neste projecto. 100 palavras e não me apetece escrever nem uma.

O calor de hoje deu cabo de mim e acabei por perder a minha tarde livre porque adormeci. Detesto quando isto acontece. Queria aproveitar o tempo e fazer montes de coisas, entre as quais acabar a minha camisola. Nada!

E agora estou amuada.

E não quero escrever.

E espero que ninguém esteja a ler isto.

O objectivo deste projecto é para escrever mesmo e não para ser lida. E hoje é dos dias em que ninguém deve ler.

Dia 14: suspiros

Esta é a próxima camisola a ser acabada. É a Eri da Isabell Kraemer. O fio é Elis da Lopo Xavier, um fio 100% lã. Gosto muito deste fio.

Embora pareça um modelo complexo, é na verdade muito simples. Os gráficos são muito lógicos e tricota-se perfeitamente sem os consultar, logo após a primeira repetição.

A Eri é um dos 12 projectos da Laine 4 que eu, num pico de intensa loucura, disse que iria fazer.

Gosto muito desta revista e o número 4 traz 12 modelos. Todos lindos. Vou fazer todos.

A revista saiu a 20 de Fevereiro e eu já fiz 2 camisolas. Mas entretanto comecei a Piece of Green, que é da Laine 1. A verdade é que todos os números têm diversos modelos que quero fazer. Também comecei a Durumi da Pom Pom Quarterly. E…

E o próximo número da Laine sai já em Maio. Ai…

Dia 13: quase, quase

Vou abrir a última meada do meu fio mais amado.

O Piece of Green está a chegar ao fim, mas não sei qual o comprimento que vou conseguir dar às mangas. O fio é pouco. Mas como o corpo é cropped, queria as mangas compridas. Logo vejo até onde o fio chega.

Hoje acaba a semana da monogamia. Embora não tenha conseguido acabar a camisola, considero que foi bem sucedida.

Mas acho que o facto de gostar imenso do fio contribuiu para me manter fiel ao projecto. Para além dele só fiz o paninho da semana.

Amanhã ataco a Eri, mais um projecto da revista Laine 4.

Dia 12: Mangas

Ui! Já são quase 10:30 e eu esqueci-me de escrever. E o sono que tenho. Como é que vou atingir o mínimo de 100 palavras?

O meu Piece of Green vai crescendo devagarinho.

Hoje tricotei pouco porque tenho estado com o braço magoado e quero poupá-lo.

À tarde estive no encontro de tricot, mas só lá passei uma hora. Tinha que fazer.

No encontro levei algodão para fazer o paninho da semana. Confesso que só me apetece tricotar camisolas e casacos. O paninho foi um bocado por obrigação. E ainda não o acabei.

Agora à noite acabei o corpo da camisola, rematei as pontas todas e comecei uma manga.

Espero conseguir fazer as mangas depressa. Normalmente não é o que acontece. Sou muito lenta nas mangas. Tenho que aprender a gostar delas.

Dia 11: RIP2

IMG_1189

Há cerca de dois anos comprei uma revista Noro de que falei extensivamente no episódio 26 do podcast. Para além dos vários modelos que a revista tinha, trazia também uns modelos de bónus, os quais podíamos obter em formato PDF.

Um dos modelos era um casaco de uma designer chamada Irina Poludnenko. O modelo chama-se #26 Cropped Jacket. Achei a construção do casaco interessantíssima. Mal vi o modelo, fui ao meu stash e peguei em dois novelos de Kauni Effectgarn para começar a fazê-lo. E de uma assentada fiz quase meio casaco. Depois algo me fez parar. O mais provável é ter sido a descoberta de outro modelo. Mas a verdade é que nunca mais peguei no casaco e o meu interesse nele morreu.

Episódios como este, estas febres súbitas que passam depressa, são muito comuns em mim. Mas são divertidas enquanto duram.

Até é possível que um dia venha a fazer este casaco, mas não é para agora. É mais um que foi parar ao frog pond.

 

Dia 10

Quase me esquecia de escrever hoje. Confesso que o cansaço e a preguiça quase me convenceram a passar.

Hoje vou sou falar do meu Piece of Green. Aos poucos vai crescendo. Tem-me custado um pouco ser monógama, mas estou com vontade de ver esta camisola acabada.

O raglan custou-me um bocado. Foram muitos aumentos, mas finalmente separei as mangas. Agora é velocidade de cruzeiro até ao fim. Depois vem o purgatório das mangas.

Estou um bocadinho nervosa quanto à quantidade do fio, mas se for necessário faço mangas curtas. Mas gostava de fazê-las tal qual o modelo.